segunda-feira, 4 de junho de 2007

Amsterdam...

Já falei aqui em Amesterdão, mas gostava de falar um pouco mais, e colocar algumas fotos que tirei lá.

Amesterdão é a capital dos Países Baixos, o seu nome resulta da junção de "Amstel" e "Dam", (barragem do Rio Amstel). O Centro histórico desta cidade onde se concentra vários canais foi construído no período Alemão da idade do Ouro no Sec. XVII.

Amesterdão começou por ser apenas uma pequena vila de pescadores, no século XII, senda a data oficial da sua fundação 27 de Outubro de 1275. Em 1300, 1301 passa a ser considerada Cidade, aquando os habitantes que vivem perto da barragem do Rio Amstel ficam isentos de pagar as portagens inerentes às Eclusas e Pontes da Holanda.

No Séc. XVI Os Alemães revoltam-se contra Filipe II de Espanha e seus sucessores. Em 1578, Amesterdão alia-se à revolta e todas as igrejas católicas são confiscadas passando a ser reformadas para o Protestantismo, transformando-se numa cidade de acolhimento para todos os Judeus, para os negociantes ricos da Antuérpia (na altura ainda Governada pelos Espanhóis) e para os Huguenotes.

O Sec. XVII é considerado como sendo a idade do ouro de Amesterdão. É criada uma rede de comércio forte, sustentada e compartilhada pela VOC (Companhia Neerlandesa das Índias Orientais) e a WIC (Companhia Holandesa das Índias Ocidentais).
Como consequência das guerras entre a Republica Alemã e Inglaterra e França, Nos Séc XVIII e inícios do Séc. XIX, a prosperidade desta cidade deteriora-se bastante. Contudo, nos finais do Séc XIX, Amesterão volta a erguer, nesta altura são construídos novos Museus, uma estação de comboio e o Concertgebouw.
Durante a primeira grande guerra Os Países Baixos mantiveram-se neutros. Contudo em Maio de 1940 os Nazis invadem os Países baixos, conseguindo controlar o País após apenas 5 dias de luta. Os Alemães instalam assim um Governo Nazi em Amesterdão, seguindo-se as cruéis perseguições aos Judeus. Muitos não Judeus ajudaram os seus amigos a refugiarem-se para não serem apanhados e torturados, arriscando-se a sofrer consequências por essa ajuda. Quando apanhados eram deportados para campos de concentração, uma das pessoas deportadas foi a conhecida Anne Frank.
Neste momento Amesterdão tem cerca de 743.027 habitantes, o que significa que é a cidade com maior número de habitantes dos Países Baixos. È o país mais liberal que conheço, não deixando de ser um dos sítios mais fabulosos que visitei. Como sabem, é legal a Prostituição em locais apropriados para a actividade. A red-light district é das ruas mais conhecidas e lá podemos encontrar várias prostitutas para todos os gostos em "montras". Existem vários coffee-shops, onde se pode comprar Cannabis e fumar ou comer em bolos, chocolates, ou quem preferir beber em chá. É de salientar que a Cannabis é só legal em pequenas quantidades (máximo 5gramas).
Os museus que considero mais interessantes são: o Rijksmuseum, o Rembrandt House Museum, o Van Gogh Museum e a Anne Frank House. Portanto estes é a não perder, contudo devo confessar que não visitei o de Van Gogh pois não sou grande apreciadora.



E aqui está a minha reportagem:





Entrada do Museu Rijks




Entrada da Casa de Rembrandt


Na Casa de Rembrandt, não era suposto poder tirar fotografias, muito menos sentar na cadeira, isto foi mesmo à Tuga




À entrada da Casa de Anne Frank, emocionei-me bastante lá....
Notas:
  • É importante saber que na Holanda é tudo muito caro. Gastei 17,50€ num simples pequeno almoço para duas pessoas por exemplo;
  • Aconselho os restaurantes Italianos pois os valores rondam os 25€ / 30€ para duas pessoas;
  • A Casa de Anne Frank tem sempre uma fila enorme, portanto convem ir com paciência.

26 comentários:

SAM disse...

Sempre desconfiei um pouco dessa historia da Anne Frank, mas...

Es uma belissima fotografa e porque não mulher tb!" LOL

AMESTERDAM HAVE BIG FUN!

lol
beijo e boa semana amiga!

LEXIA disse...

Vim matar saudades e fiquei de agua na boca...ou melhor quase de malas feitas para ir conhecer esta tua cidade.........~

aiiiiii linda linda...

beijos a viajar

Melões Melodia disse...

Eu ate gosto da cidade , mas ja estou farto de la ir... e depois de la passar um mes non-stop e aturar holandeses todos os dias... pfff... nao ha pachorra. mas a cidade e linda!

CARLA SU disse...

gostei das fotos estavas muito fixe....boa semana amiga e beijocas docinhas

Thunder disse...

Obrigada por me teres "levado" a passear por tão bela cidade.
Bjs.

Mocho Falante disse...

Adoro o país das bicicletas, adoro A Central Station o museu VanGogh, há um Madame Tussaud que nunca entrei, é assim a bela cidade de Amsterdão que tanto adoro e que não me importaria de viver

Obrigado pela reportagem
beijocas

Eduardo Arruda disse...

Belas fotos.

Goblin disse...

amei adorei ou não fosse eu uma apaixonada pela Hoelanda! e por coincidência hoje chega-me cá uma amiga holandesa, eheheh!
beijinhos

SAM disse...

Passei aqui pra te deixar um beijão amiga!
bom dia pra ti!

Lord of Erewhon disse...

Os Judeus chamaram-lhe Nova Jerusalém... e foram eles que construiram a civilidade e riqueza da cidade.

CARLA SU disse...

beijocas amiguita
estas boa????

Cazento disse...

Viva, Bia!

Adorei o resumo histórico e a as fotos. Nunca lá fui, mas adorava conhecer pelo menos a Anne Frank House. A história de Anne Frank emociona-me particularmente. Li os livros relacionados e sinto muita curiosidade em conhecer o local onde estiveram escondidas, bem como o campo de concentração onde ela, a irmã e a mãe morreram depois de terem sido capturadas.


Beijinhos,
João

SAM disse...

Amiga, Sexta feira vou pra IBIZA 8 dias com um grupo! Fica com um beijão enorme, bom feriado e bom fim de semana!

.....e Capricórnia sou eu!!! disse...

Ola Bia,

desculpa linda andar un nico na balda......sabes que quando o calor aperta e o trabalhini tambem.....conjugação terrivel!!!

Sempre que posso....dou um saltinho á blogosfera.....e hoje foi o caso!

Deixo uma beijoca enorme miuda gira, de excelentes mini ferias se for esse o teu caso!

;)

J.G. disse...

Não sei se foi a tua primeira visita a Amsterdam. assim, não posso imaginar se te sobrou algum tempo para te sentares num banco junto a um dos canais, apreciando o silêncio maravilhoso dessa cidade diferente, o passar das bicicletas sobre as pequenas pontes, a observação da Red Zone, onde tudo parece tão natural que não choca, de experimentar os restaurantes argentinos para variar um pouco da comida italiana, para visitares um mercado de rua, para dares avolta no eléctrico circular e te perderes no meio daquela gente toda da avenida principal de que já não recordo o nome,...e à noite, o reflexo das luzes na água, e os barcos-casa baloiçando de preguiça,...

Belíssima Amsterdam, onde o cimento não entrou!
Parece uma aguarela do passado!

Belas fotografias!
Um abraço.
Jorge G

Diabba disse...

quando lá voltares posso ir contigo??

beijos d'enxofre

Slumber disse...

Já me deixaste com vontade de ir de férias!! :)

bjnhs

marco disse...

bem bonito!!!
bom feriado!

Belzebu disse...

Amsterdam é a verdadeira cidade! Proporciona sensações únicas( mesmo sem ir aos Coffee Shops) difíceis de esquecer! Mas indo aos Coffee Shops, então nem há palavras!

Ai como eu já fui feliz nessa terra!

Um abraço infernal!

Rafeiro Perfumado disse...

Tb visitei a casa de Anne Frank, é difícil não nos arrepiarmos quando andamos por lá...

o alquimista disse...

Saberás, que as palavras, soltas ditas ao triste e leviano acaso, são um rio de sal, desenganos, viagem que desagua em embaraço. Porque existem sempre palavras ditas, por toda a santa gente, doces, amargas, arrasadoras, em boca de quem muita vez mente.
Uma palavra solta da boca impura, é monstro que afugenta a luz, sortilégio de negro anjo, o lado mais escuro da lua que a alma seduz...


Bom domingo


Doce beijo

LEXIA disse...

onde andas???????

saudades

beijos

Elisa Albuquerque disse...

sempre desejei conhecer a holanda, obrigada por me aguçares ainda mais o apetite... e o andares desaparecida... paciencia... todos temos uma vida real, o que interessa é que voltes... ;) beijinhos enormesss

Gioconda disse...

Esta é também uma das cidades que eu gostava de visitar... mas são tantas que uma vida não chegava para poder conhecer tudo... beijinhos.

Kraak/Peixinho disse...

A'dam é uma cidade muito especial que creio só quem lá vive(u) consegue aproveitar tudo o que ela pode oferecer, mesmo quando aparentemente parece que nada tem.

Gosto muito daquela atmosfera e da forma descontraída e descomplexada dos holandeses. Não me importaria de voltar para lá.

Bjzz

Rafaela disse...

amo o teu blog, Rembrandt é o meu pintor barroco preferido :D (essa 'Casa de Rembrandt' é referida a ele certo? eu nunca ouvi falar S: mas tenho desculpa, tou na 'História da Arte' ha apenas 1 ano - acho que é uma boa desculpa). É pena não escreveres mais, o blog é mesmo muito interessante. Encontrei-o, porque estava a pesquisar sobre um quadro de Goya, e aqui encontrei uma boa desrição ;)